REDES E EVENTOS



O Ilê Omolu Oxum tem histórica tradição de abrir as suas portas para a realização de eventos de interesse da comunidade de terreiro, da cultura afro-brasileira e fortalecimento da cidadania. Em 9 de outubro de 1987, o Ilê abrigou o 1º Encontro Regional da Tradição dos Orixás, lançando-se de vez na luta por respeito às religiões de matriz africana. Além disso, somos membro ativo da Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde (RENAFRO). Essa Rede reúne organizações e pessoas de comunidades de terreiro atuando na construção de políticas públicas para a saúde, tendo como missão a luta pelo direito humano à saúde com ênfase nas questões de gênero e raça.

 



1º Encontro Regional da Tradição dos Orixás, 1987
(Produção Cultne e Enugbarijô Comunicações)


Mãe Meninazinha de Oxum e o Ilê Omolu Oxum têm sido imbatíveis na luta por respeito àstradições dos orixás e defesa da liberdade religiosa. E esse evento é um marco nessa luta no Rio de Janeiro e também no Brasil. As preocupações aí levantadas e os alertas das lideranças de terreiro não podiam ser mais atuais.



VEJA O VÍDEO

Esse documentário registra a realização do 1º Encontro Regional da Tradição dos Orixás, em 1987, narra a preocupação de lideranças das comunidades de terreiro contra emergência dos ataques neo-pentecostais, a necessidade de união e o papel das organizações do movimento negro nesse enfrentamento.



Encontro de Saúde e Promoção dos Direitos Humanos, 2012
(Produção Cultne)


Esse encontro tratou das diversas formas de acolhimento que as comunidades de terreiro praticam e a importância desses saberes e práticas serem reconhecidos na formulação de políticas públicas de saúde, cultura, educação, entre outras.



VEJA O VÍDEO

Os depoimentos trazem reflexões sobre como a tradição cultural africana e suas mitologiasestão voltadas para a preservação da vida, da saúde e estruturam as pessoas para que tenham um jeito próprio para estar no mundo.



Seminário Nacional Ancestralidade, Memória e Patrimônio Afro-brasileiro, 2013
(Produção Cultne)


Esse encontro tratou de muitos assuntos: a prática de acolhimento das comunidades de terreiro, o potencial de empreendedorismo das comunidades com os cursos de geração de renda, entre outros assuntos relacionados à tradição dos orixás e histórico de resistência das religiões de matriz africana.



VEJA O VIDEO

Nesse documentário fala-se de patrimônio, saberes, legados e tradições da cultura africana representados nas religiões de matriz africana.



Mãe Meninazinha de Oxum - 55 anos de Axé, 2015
(Produção Cultne)


No aniversário de 55 anos de Oxum filhos, em 2015, filhas e lideranças de comunidades de terreiro relatam as suas histórias de relação com Mãe Meninazinha de Oxum e com o Ilê Omolu Oxum.



VEJA O VÍDEO

Nesse filme documentário Mãe Meninazinha de Oxum conta um pouco de sua história – o legado de sua avó Iyá Davina, relembra seu pai, mãe, irmãs e irmãos, a infância na Casa Grande de Mesquita... Essa foi data escolhida também para o lançamento do livro de sua autoria “História de uma Meninazinha – O Legado Ancestral”.